sábado, fevereiro 24, 2007

  • Olhar da Semana:
Ao Prof. Dr. Joaquim de Carvalho, modesta, sincera reverência a muito alta excelência.

Quando nos referimos ao "nosso" professor não falamos de um mero professor mas sim, de um expoente máximo da Cultura Portuguesa não só pelo seu legado (publicando 40 volumes e diversos ensaios), mas também pela pessoa que foi, colocando sempre a Cultura e o ensino em primeiro plano.
Seria impossível dizer tudo acerca de Joaquim de Carvalho num espaço tão limitado. Contudo seleccionámos o que pensamos ser o mais importante.

Nasceu na Figueira da Foz em 10.6.1892 (Dia de Camões) e faleceu em 27.10.1958.

Formou-se em Direito na Universidade de Coimbra em 1914 e em Letras em 1915. Em 1917 doutorava-se na faculdade de Letras.

Dedicou-se sobretudo ao estudo de temas renascentistas e medievais, com destaque para a cultura portuguesa dos séculos XV e XVI e a estudos, mais tarde ampliados com novas investigações e sínteses históricas, reunidos em 1947 e 1949, em dois valiosos volumes da Acta Universitatis Conimbrigensis.

Foi director da Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra, professor da Escola Normal Superior de Coimbra e, de 1921 a 1935, administrador da Imprensa da Universidade, sobre a qual fez como que um prolongamento da sua cátedra universitária, promovendo a publicação de edições esgotadas de grandes clássicos da literatura (Scriptores rerum Lusitanarum e Biblioteca dos Escritores Portugueses), iniciando uma biblioteca dos novos ensaístas portugueses e criando a Biblioteca de Filósofos e Moralistas, que tornou possível aos estudiosos nacionais conhecer alguns dos grandes pensadores estrangeiros de todos os tempos.

Foi sócio efectivo da Academia das Ciências de Lisboa, Cavaleiro da Legião de Honra, moderador da “Societas Spinosana “ de Haia e Doutor “Honoris Causa” pelas Universidades de Montpelier, Salamanca e São Paulo.

Tomou parte no Congresso Internacional de Filosofia, em Oxford, e nos congressos espinosanos (Bento Espinosa-Filósofo inspirador de Einstein, nascido em Amesterdão no seio de uma família judaico portuguesa) na Haia em 1917 e 1934. Em Maio de 1946 representou a cultura portuguesa nas festas comemorativas da fundação da Universidade de Montpelier.

Alarga-se no mundo a digressão do Prof. Joaquim de Carvalho como estudioso do ensino e da cultura. Pessoalmente ou através de instrumentos escritos, marca ainda presença na Argentina, Brasil, Espanha, França, Bélgica, Suíça e Itália.

A sua bibliografia é vastíssima, destacando-se os estudos da História da Ciência Portuguesa e a História da Filosofia Portuguesa.

Conhecido pelas suas opiniões adversas à Ditadura e ao Estado Novo, sofreu algumas perseguições que não chegaram, todavia, a despojá-lo da cátedra.

A nossa antiga Escola Secundária nº2 da Figueira da Foz, que primeiramente foi Liceu Nacional, denomina-se agora com toda a destinção“Joaquim de Carvalho”por acção fundamental do Dr. José Pires Lopes de Azevedo. Por ocasião do 1º Centenário do seu nascimento, a Câmara Municipal da Figueira da Foz fez erguer uma estátua, da autoria do escultor figueirense Prof. Gustavo Bastos, na rotunda das Abadias, próxima da Escola.
Foi também dado o seu nome à avenida que atravessa as Abadias, ligando as ruas Joaquim Sotto Maior e Fernandes Coelho.

Adaptação e correcção do livro "Maçonaria na Figueira"


Continuando com a elaboração do trabalho a que nos propusemos para alcançarmos os objectivos enunciados transcrevemos do nº9 "Miscelânea de Estudos a Joaquim de Carvalho" distribuídos e publicados postumamente pela "Publicações Europa-América", textos de homenagem de entidades ilustres contemporâneas do mais alto relevo da nossa Cultura:

















































































  • Olhar Fotográfico:

O desleixo!

Escultura"O desleixo"de João Sotero:














































































Escultura Prof. Gustavo Bastos:




































































































































Sua triste casa:































































































Descanso:























Epitáfio do ilustre João de Barros, maior poeta figueirense.




Colaboração: Gresfoz



DEIXE O SEU OLHAR.
COMENTE!

27 Comments:

Blogger renato said...

Ya tá aqui uma coisa como deve de ser.Quanto mais conhecemos, mais amamos, e sem dúvida alguma que conhecer melhor a grande Figueira vale a pena.Continuem com o excelente trabalho.

3:49 da tarde  
Anonymous José Miguel Santolaya said...

Caros amigos de FIGUEIRAOLHAR:
Sean siempre premiados y reciban el agradecimiento de por vida aquellos que reconocen y divulgan la cultura, la sabiduria de las generaciones que les precedieron. Vuestro trabajo... ! QUE GRAN LECCION ESTAIS DANDO !. Vuestro trabajo, digo, que habéis realizado en torno a la figura del MAESTRO JOAQUIM DECARVALHO, es sencillamente GENIAL. No quiero equivocarme, pero estáis REESCRIBIENDO LA HISTORIA DE PORTUGAL, pero lo más importante es la LECCION, con mayúsculas que dáis a los que viven de la "política y de la cultureta oficial" mal endémico "peninsular".
Seguir adelante, que el tiempo y TODO FIGUEIRA DA FOZ, sepa premiar
vuestra abnegación y trabajo.
Reciban un fuerte abrazo y mi felicitación. José Miguel Santolaya Silva.
Ex-Secretario General del Instituto de Estudios Europeos y Derechos Humanos de la Universidad
José Miguel Santolaya jmsantolaya@gmail.com
Pontificia de Salamanca-España
Apartado 2073
37080 Salamanca.
Tel.- 0034 659910488

jmsantolaya@gmail.com

5:00 da tarde  
Anonymous mariafrancisca said...

Ainda bem que nos deram a conhecer um pouco da vida do Dr. Joaquim de Carvalho que, sinceramente, não fazia ideia.
As fotos estão um máximo.
Continuem!

:) *

9:31 da tarde  
Anonymous Joana Diniz said...

Isto esta mesmo internacional ! :D

Confesso que me perdi no meio de tantos feitos mas agora sim, podemos perceber o porquê do nome que honra a nossa escola.

Adoro o vosso trabalho. Continuem!

***** :)

9:32 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Estive 6 anos no liceu, e sinceramente, tb por falta de interesse da minha parte, nunca soube muita coisa acerca do Dr. Joaquim de Carvalho. Admiro muito o vosso trabalho, por divulgarem os seus feitos, afinal todos lhe deve.mos uma homenagem, nem q seja o simples facto de conhecer.mos um pouco da sua historia * estão de parabe'ns por o fazerem aqui e tão bem * as fotos estão fant'asticas ! Não parem ..


Beijinhos *

Ceranja

11:13 da tarde  
Blogger Amaral said...

Caríssimos amigos
Parabéns pelo belíssimo post que aqui publicam e que merece ser visto e comentado. Partilho as palavras do meu bom amigo José Santolaya (Pepe um abraço) que juntamente com Raul Traveira me apresentaram - apenas lamento ainda não o conhecer pessoalmente, só por carta e telefone - o digníssimo filho de Joaquim de Carvalho (Joaquim de Montezuma de Carvalho).
Esta homenagem é a um Homem de Cultura, mas também à "semente" que continua a sua obra.
Continuem assim

11:29 da tarde  
Anonymous kanuka said...

Bem, sinceramente o vosso trabalho esta cada vez melhor e com textos e fotos magnificas qe tanto admiro :D @

Continuem a divulgar a nossa grande cidade.

Um beijo * ( a.h.n.a.t.s.a.c) :)

11:43 da tarde  
Anonymous joao maximo said...

não, confesso que não sabia quem tinha sido o dr. Joaquim de Carvalho e acho que fizeram bem em informar outros que, como eu, também o desconheciam ;)
parabéns pelo trabalho e aguardo por novos posts que quiçá 'desmistifiquem' outras personalidades da nossa localidade que vivem no esquecimento..

8:35 da tarde  
Anonymous RiTinHah said...

Cada vez melhor o vosso trabalho... Fotos magnificas...

Continuem a mostrar o que a nossa cidade tem de melhor...

Beijinhozzz

9:51 da tarde  
Anonymous Tiago Belo said...

como muitas outras pessoas que ja aqui comentaram eu confesso que sabia pouco sobre Joaquim de Carvalho.
Para quem qiser saber que aqui venha .
Kepp up the good work :D

4:16 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

confesso k sabia mt pouco ou nada mesmo de senhor joaquim de carvalho!
em relaxao as fotos..opa tao mt boas mesmo! esta akii um blog de prestigio1 ja vem no jornal e tudo hein? beijuuu

Diana Neves

9:38 da tarde  
Anonymous luis cláudio said...

um pouco á imagem daquilo que ja foi comentado, devo dizer, que há muitos estava-mos, figueirenses e nao só, nessecitados de algum meio de transmissão de verdades e cultura. Assim,apoio todo o vosso trabalho na divulgação da hiostória e cultura figueirense.
no meu ponto de vista todas as apreciações verdadeiras, serão "premiadas" de elogios e encentivos!Oxalá nao doa nenhuma costela aos "lesados"!
continuem para o bem de todos e , claro da arte!

l.cláudio

11:11 da tarde  
Blogger -=VaNQuisH=- said...

o blog ta nice!n o li todo pk historia nao e pra mim(mexmo sendo aki da figueira) mas e uma excelente iniciativa alguma koisa na area da informatica ke precisem o manel sabe ond me enkontrar.

Tiago SDE

11:45 da tarde  
Anonymous margas said...

Obrigado por toda esta preciosa informaçao acerca da vida de Dr. Joaquim de Carvalho, que também me era totalmente desconhecida . Quanto as fotografias continuam fantásticas :) Continuem ! :P

Beijinho

12:23 da manhã  
Anonymous tjmjm said...

sim senhor.. ta bem elaborado.. e estruturado.. good worfk and good imformation... Continuem ke vao bem

2:05 da tarde  
Anonymous Rute (: said...

Achei super criativo , mesmo muito bem escrito . (:
As fotos , o máximo .
Parabéns !

10:42 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

ÂAAngelo Percussionista.

Parabéns, pelo blog está muito bom, desde as fotografias ao texto e a mensagem que transmitem gostei, continuem a divulgar e informar quem aqui passa.

Quanto ao Dr Joaquim de carvalho já estou mais informado sobre a sua história,

Como futuros trabalhos gostava de ver aqui um post sobre a antiga linha de costa Figueirensse quando o mar batia nas muralhas.
Continuem.

1:12 da manhã  
Anonymous Sandra ~ said...

A Partir do vosso trabalho fiquei a conhecer melhor a vida de Dr. Joaquim de Carvalho de quem muito sinceramente nao conhecia nada . Continuem com o Bom Trabalho . *

1:28 da tarde  
Anonymous Margarida said...

acho que assim sim! gostei! isto é que é uma boa maneira de mostrar algo sobre Joaquim de Carvalho! plo menos sempre é mais apelativa! continuem! beijos

8:53 da tarde  
Anonymous Tomas said...

bem está aqui um trabalho Enorme, e Excelente! nao sabia quem tinha sido Dr. Joaquim de Carvalho e penso que muita gente nao sabe, por isso acho muito bem que tenham feito este trabalho sobre ele.

Aconselho este blog a todos =)

abraço*

9:19 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Finalmente já sei quem é o "Homem da Estátua" . Vocês têm aqui um trabalho espetacular. A figueira sente-se orgulhosa :D e eu também

beijinhoo*

Paula

9:24 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Mais uma vez fizeram um excelente trabalho!! parabens..
como mtas outras pessoas confesso k m deram a conhecer melhor kem era o grande Dr. Joaquim de Carvalho...gostei mto de saber o k n sabia...
continem assim a fazer um bom trabalho..

bjs

9:51 da tarde  
Anonymous sarrinha said...

O vosso trabalho esta' cada vez melhor . Posso dizer que não conhecia metade da vida do Dr. Joaquim de Carvalho . Através do vosso afincado trabalho deram-me a conhecer mais acerca deste . Continuem com esta iniciativa :)

Um beijo *

7:57 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Com este blog muita gente vai conheçer muitos dos valores que a figueira tem e que muita gente desconhçe...Parabens por este grande trabalho

Pedro Maranha

9:01 da tarde  
Blogger plopes said...

Conheci o João Sotero ainda em 1986, ainda o Horta e Costa era vivo, mas depois perdi-lhe o rasto. Essa escultura dele está na Figueira?

9:50 da manhã  
Blogger Pedro Fernandes Martins said...

Uma vez que não consigo comentar o mais recente post (alusivo aos 125 anos da elevação a cidade da Figueira), deixo o comentário neste post. Deixo uma sugestão: em vez de publicarem artigos tão grandes, que, por vezes, podem desmotivar os visitantes do blogue, poderiam passar a publicar posts de menor dimensão, articulando a informação. O público-alvo deve estar informado quase diariamente. É um esforço que se faz, mas tem os seus frutos, julgo eu. Nem que fosse uma ou duas fotografias por dia. Penso que cativaria muito mais os leitores. Deixar o leitor com a vontade de voltar no dia a seguir, de maneira a ver qualquer coisa de novo. Fica a ideia, uma vez que a blogosfera figueirense precisa de ser enriquecida (não só com temas da Figueira, claro). Boas postagens e bloguices?

Pedro Fernandes Martins
http://vaga-aberta.blogspot.com

3:55 da tarde  
Blogger Mário Jorge Ferreira said...

A este cantinho dedicado à Figueira da Foz, faço saber que, junto à ilustre presença do Dr. Joaquim de Carvalho, no mar da Figueira da Foz, serão deitadas as cinzas de um dos seus filhos, o ilustre Dr. Joaquim de Montezuma de Carvalho, escritor e ensaísta, que entre as muitas obras literárias que publicou e participou, foi fundador da Biblioteca Municipal da Figueira da Foz e da Sala Joaquim de Carvalho nela existente. Grande parte dos livros nela existente, foram enviados por este, durante vários anos. Ainda me recordo, quando os senhores da biblioteca (era assim que os denominava quando miúdo) iam lá a casa, a Lisboa, buscar caixotes de livros doados por meu padrasto à Sala Joaquim de Carvalho.
(Ver a notícia da sua morte em www.oprimeirodejaneiro.pt na secção "Das artes e das letras")

Mário Ferreira

1:32 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home